Como criar um bom capítulo de abertura para seu livro.



Iniciar bem o relato do seu livro é uma das formas mais eficazes de gerar interesse nos leitores, portanto, dedicar um tempo para estudar formas de construir um bom capítulo de abertura é um bom caminho para tornar seu livo mais atraente.
As primeiras frases de um livro, assim como todo o primeiro capítulo, têm a importante missão de atingir e cativar o leitor de algum modo positivo, gerando curiosidade, e ou expectativa pelo que virá em seguida.
A forma de prender o leitor desde as primeiras linhas de um livro depende muito do gênero literário que você escreve, portanto não há uma receita de bolo padronizada para todos os escritores, porém existe algumas dicas que podem ser reproduzidas com sucesso em quase todos os gêneros literários e é justamente uma delas que vou abordar aqui...

Dê uma amostra verdadeira do que o leitor vai encontrar no livro: Se o seu livro for de ação elabore uma cena inicial e carregue na ação; se o seu livro for de terror, suspense ou aventura; faça o mesmo. Se a sua trama tiver elementos sobrenaturais, de ficção científica, distopia ou de fantasia elabore uma espécie de prelúdio onde tais elementos apareçam de forma marcante. Deixe claro para seu leitor: "É isso o que você terá nas próximas páginas!". Construa o primeiro capítulo ou seu prelúdio como alguém que constrói uma maquete sofisticada e bem elaborada; seja cuidadoso e detalhista.

Essa é uma forma prática de criar uma sintonia quase que imediata com quem vai ler seu livro, afinal, cada público procura elementos bem específicos que o atraem; pois não há nada mais chato do que você pegar um livro de aventura, ação, terror, suspense ou mesmo drama, por exemplo, e ter de ler quase que a metade da trama para ver esses elementos aparecerem. Isso é o que faz com que muitas pessoas se desmotivem de ler certos livros, então, principalmente para autores iniciantes, a dica é mostrar do que são capazes logo no começo de forma marcante e isso certamente vai cativar seu leitor.

Um bom exemplo do que estou falando aqui são aqueles livros clássicos policiais onde logo nas primeiras páginas um crime ocorre ou um mistério (como um roubo ou um desaparecimento) acontece, e no desenrolar da trama o autor acrescenta os elementos que vão narrar os fatos ligados para a solução do que foi apresentado logo no começo. Esta é uma forma bem simples, mas também de comprovado sucesso.

Quando eu escrevi meu livro Érebus utilizei essa dica; ele se trata de uma trama que reúne elementos psicológicos e sobrenaturais, além de ação, então dentro do planejamento que eu havia feito, criei um primeiro capítulo alucinante onde coloquei grande parte do que o leitor vai encontrar no restante do livro, obviamente não divulgando as questões cruciais, mas deixando bem claro como os dois elementos base "Psicológico e sobrenatural" iam dialogar com a trama de forma a gerar a ação e como tudo isso conversaria com o próprio leitor.  O resultado ficou bom, pois o livro já passou da marca de 10.000 leituras entre os mundos físico e virtual.

Caso vocês queiram ler o primeiro capítulo do livro para ter uma ideia mais concreta de como usar essa dica, é só clicar aqui. Note que a aventura, o sobrenatural e o psicológico aparecem logo nas primeiras linhas do capítulo e vão guiando a narrativa até o final.

Depois que você aplicar esta dica, praticá-la e dominá-la; você terá adquirido uma habilidade poderosa que certamente o ajudará a construir capítulos que mantenham uma maior ligação com seus leitores.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares